segunda-feira, fevereiro 11, 2008

Jorge Palma em Torres Vedras II

"Foi glorioso este regresso do mestre a Torres Vedras. Novamente bem disposto (e muito sóbrio), revelando-nos que o seu estado de saúde não era o melhor ainda, mas que veio porque... teve de vir.
Um belíssimo concerto, um belíssimo público (ao contrário do anterior), de uma faixa etária mais avançada que o anterior, uma belíssima sala (cheia uma vez mais)... enfim, uma belíssima noite! O mestre ficou visivelmente satisfeito com o público que o acompanhou em muitos momentos, que o aplaudiu (grande ovação depois do belo solo do Frágil), e que o piropeou sempre que possível, sempre com respostas prontas e à altura.
Fica assim para recordar este segundo concerto, ao nível do primeiro que havia sido excelente também. Parabéns ao mestre e que regresse depressa pois cá o esperamos!

  1. Acorda menina linda
  2. Tempo dos assassinos
  3. Voo nocturno
  4. Cara d'anjo mau
  5. Disse fêmea
  6. Frágil
  7. Dá-me lume
  8. Acordar tarde
  9. Valsa de um homem carente
  10. O centro comercial fechou
  11. Estrela do mar
  12. Abrir o sinal
  13. Bairro do amor
  14. Jeremias o fora da lei
  15. Terra dos sonhos
  16. Maçã de Junho
  17. Dormia tão sossegada
  18. Encosta-te a mim
  19. Vermelho redundante
________________________encore________________________________
  1. Finalmente a sós
  2. Canção de Lisboa
  3. Deixa-me rir (precedido da pantera cor de rosa)
  4. A gente vai continuar
Um último comentário ao Vicente que esteve em grande nível, tocando e cantando também ele muito bem, e mostrando cada vez mais cumplicidade com o pai (apesar de lhe fazer falta um cabelo mais despenteado e uma camisa amarrotada e desabotoada:-))!"

Artigo de Rui_242

2 comentários:

maria disse...

Concordo. Foi um concerto para recordar!

inespimentel disse...

Não tentem despentear e amarrotar o Vicente... ele não ia gostar!